top of page

Missão investiga aumento de células neonazistas em SC

Atualizado: 16 de abr.

Comitiva é liderada pelo Conselho Nacional dos Direitos Humanos e terá como entrega relatório especial





A Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos integra missão a Santa Catarina (SC) para elaboração de relatório sobre denúncias de aumento de grupos neonazistas na região. O trabalho no local é liderado pelo Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), que esteve em Florianópolis entre quarta-feira (10) e sexta-feira (12).


O envio da missão foi aprovado durante a 76ª reunião ordinária do colegiado, realizada em fevereiro, e assinada pela resolução nº 13, na última terça-feira (9). A decisão aconteceu após denúncia da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), em junho de 2023.


A Ouvidora Nacional dos Direitos Humanos, Luzia Cantal, informa que a denúncia apresentada pela ABI aponta um aumento de denúncias anônimas de neonazismos em 60,7%, entre 2020 e 2021, registradas pela Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos da Safernet.


"Os relatos que estão sendo levantados aqui são absolutamente estarrecedores. A intenção é fazer uma relatoria especial não só em Santa Catariana, como no Brasil”, revela Cantal.


A expectativa é de que o relatório seja enviado ao sistema de justiça e órgãos competentes após novas visitas a outros estados brasileiros, com ampla divulgação pelo MDHC.


Missão


A missão contou com 13 integrantes, entre representantes da CNDH, da ABI, da ONDH, do Movimento Nacional de Direitos Humanos, do Conselho Estadual de Direitos Humanos de Santa Catarina, do Instituto Movimento HumanizaSC e da Universidade Federal de Santa Catarina.


***

Para dúvidas e mais informações:

Atendimento exclusivo à imprensa:

Assessoria de Comunicação Social do MDHC

(61) 2027-3538

(61) 9558-9277 - WhatsApp exclusivo para relacionamento com a imprensa


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page