top of page

Blumenau tem 63 células neonazistas

Estudo enviado a ONU, com o relatório do CNDH destaca um cenário alarmante de crescimento desses grupos.

Midia Ninja


O Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) lançou um alerta preocupante à Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o aumento significativo de movimentos neonazistas no Brasil, especialmente no estado de Santa Catarina.


O relatório do CNDH destaca um cenário alarmante de crescimento desses grupos, acompanhado de um aumento no discurso de ódio, especialmente direcionado às mulheres, à população negra e à população LGBTQIAPN+.


De acordo com o documento, casos preocupantes foram identificados em Santa Catarina, incluindo a descoberta de um grupo que comercializava artefatos nazistas.


Além disso, o relatório apresenta um estudo realizado pela antropóloga e especialista no tema, Adriana Dias, revelando que Blumenau, cidade com 365 mil habitantes, abriga 63 células neonazistas, número que chama a atenção quando comparado aos 96 grupos identificados na capital paulista, com 12 milhões de moradores.


A iniciativa do CNDH de acionar a ONU visa incluir o Brasil em um relatório sobre formas contemporâneas de racismo que está sendo elaborado pela organização. Este documento será apresentado na 56ª Sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU, entre junho e julho deste ano.


Diante da gravidade da situação, o CNDH planeja enviar uma comitiva a Santa Catarina nesta quarta-feira (10), com o objetivo de ouvir possíveis vítimas, autoridades e especialistas. O roteiro da visita incluirá cidades como Blumenau e Florianópolis, onde os casos de atividades neonazistas têm sido mais evidentes.




78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page